mercado imobiliário 2019

São Paulo: confira quais são as projeções para o mercado imobiliário 2019

Se você deseja comprar um imóvel em São Paulo, saiba que as perspectivas para o mercado imobiliário 2019 são bastante otimistas para quem quer sair do aluguel. Após um longo período de dificuldade no segmento, 2018 se mostrou um ano de recuperação e criou as condições ideais para o crescimento do setor em 2019.

Isso se deve a diversos fatores, entre eles, os juros mais baixos, a estabilização da inflação, as novas regras para construção e financiamentos, entre outros. Quer saber mais acerca do que esperar do mercado de imóveis?

Neste artigo, separamos os principais pontos sobre suas projeções para este ano. Acompanhe!

O início da estabilização da economia

No primeiro semestre de 2018 houve um aumento de 52% na comercialização de imóveis em São Paulo, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Esse resultado foi considerado o melhor desde o começo da crise em 2013.

Um novo crescimento foi observado no terceiro trimestre do ano passado, e o mesmo foi percebido após as eleições. Assim, é possível afirmar que o Brasil está entrando em um momento de normalidade econômica, no qual o mercado imobiliário cresce — sendo uma ótima notícia para quem deseja comprar um apartamento neste ano!

A consolidação no primeiro trimestre de 2019

A construção civil é considerada pelos especialistas um verdadeiro termômetro que mede os rumos da economia em geral. Dessa forma, a forte tendência de crescimento do mercado imobiliário 2019, consolidada pelos números apresentados no primeiro trimestre, deve ajudar a elevar os ânimos do empresariado e dos compradores nos próximos meses.

Segundo dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), houve um acréscimo de 30% na construção e na compra de imóveis nos três primeiros meses do ano, quando comparados ao mesmo período de 2018. O órgão apontou que foram realizados quase 230 mil financiamentos no trimestre. Apenas com recursos da poupança, os investimentos foram de R$6,05 bilhões em apenas um mês.

As informações do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis e dos Condomínios Residenciais e Comerciais (Secovi SP) são também animadores em relação aos preços. A entidade aponta uma tendência de crescimento de, em média, 10% para este ano, acompanhando o ritmo que foi apurado em 2018.

Os juros mais baixos

Uma nova regra do Conselho Monetário Nacional (CMN) estabeleceu que as agências financeiras poderão decidir sobre as suas próprias taxas de juros para a linha de crédito imobiliário. Até então elas não deveriam ultrapassar 12%.

Essa liberdade de decisão aumenta a concorrência entre as agências, forçando-as a reduzir os juros para captar mais clientes. Outro fator importante é a taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia). Ela se mantém em 6,5% desde o mês de março do ano passado. Caso não sofra aumento, é mais uma razão para a queda dos juros do financiamento de imóveis.

As novas regras para financiamento de imóveis

O CMN definiu novas regras para os financiamentos no mercado imobiliário 2019. Com elas, que foram aprovadas com o intuito de reaquecer ainda mais o mercado de imóveis, ficou mais fácil e mais baratofinanciar um apartamento.

Uma das normas refere-se ao teto do valor do bem a ser comprado utilizando o FGTS. Até o final de 2018, o limite era de R$ 950 mil para o DF e para os estados de SP, MG e RJ, e de R$ 800 mil para os demais. Desde janeiro de 2019, o valor é de R$4,5 milhões para todo o país.

Outra novidade é a possibilidade de 80% dos recursos da poupança serem destinados a outras linhas de crédito imobiliário — anteriormente, a porcentagem era de apenas 65%. Com essas mudanças haverá mais linhas de crédito sendo ofertadas.

A tendência do uso de plataformas digitais

O uso de plataformas digitais deve favorecer ainda mais o crescimento das vendas no mercado imobiliário 2019, graças à revolução tecnológica iniciada há alguns anos e que vem sendo cada vez mais utilizada pelas empresas do segmento. Isso porque elas permitem uma experiência melhor ao cliente que está em busca de comprar um imóvel, consolidando-se como uma forma eficaz de as imobiliárias e construtoras apresentarem seus produtos e aumentarem suas chances de conversão.

Uma dessas inovações é o tour virtual 360º nos imóveis. Com ele, o comprador não precisa sair de casa para fazer uma visita, visto que o recurso permite observar todos os detalhes da propriedade. Desse modo, é possível agendar com o corretor uma ida ao local apenas se ele realmente estiver interessado no bem. Isso representa economia de tempo e de recursos, além de agilizar as negociações.

O avanço do atendimento online também está entre essas tendências, proporcionando exclusividade e rapidez aos processos de compra e venda. Por fim, com o uso das plataformas digitais é possível integrar o conteúdo e o uso dos sites das empresas com os softwares de gestão do negócio, otimizando o atendimento ao cliente.

A busca por mais qualidade de vida

Outro ponto que favorece a retomada do crescimento do mercado imobiliário em 2019 é a procura dos clientes por lugares para morar que proporcionem mais bem-estar à família. Em vista disso, a demanda por apartamentos em condomínios com áreas de lazer completas é muito maior, já que aliam a segurança de estar dentro de casa à praticidade de poder usufruir de estruturas como piscina, salão de festas, espaços gourmet, salas de jogos etc.

Além disso, a mobilidade urbana também é um quesito cada vez mais valorizado pelos clientes. quando o assunto é a qualidade de vida. Entram, aqui, os imóveis que ficam próximos do metrô, de regiões onde as pessoas trabalham e estudam, ou vias de acesso importantes.

O cenário está muito otimista para o mercado imobiliário 2019. A recuperação da economia, queda dos juros e as novas regras para os financiamentos de imóveis impulsionam o crescimento do setor. Portanto, o momento é excelente para quem deseja comprar um apartamento, sair do aluguel ou adquirir um imóvel mais bem localizado ou maior para morar com a família. Para isso, é essencial contar com uma imobiliária de confiança para ajudar na negociação.

Se você deseja saber ainda mais sobre o mercado imobiliário 2019 e quer dicas de como escolher o lugar certo para morar, assine nossa newsletter para receber as melhores publicações sobre o tema!

Powered by Rock Convert