Investimento seguro: quais as melhores opções atualmente?

investimento seguro
investimento seguro

Com a queda histórica da Selic em 2019, muitos investidores, principalmente os que aplicam mais em renda fixa, passaram a se questionar sobre a boa rentabilidade e a segurança de seus investimentos. Apesar de a baixa da taxa básica de juros estar presente no mercado ao longo de todo o ano, este é um bom momento para apostar em algumas modalidades de investimento seguro.

Como o acesso à educação financeira está se democratizando cada vez mais pelo país, vale ressaltar que é possível investir em bons produtos após fazer pesquisas de mercado, avaliar e escolher opções de acordo com o seu perfil. Neste artigo, separamos algumas dicas dos melhores investimentos atualmente tanto para quem está começando quanto para aqueles que precisam de produtos mais arrojados. Não deixe de conferir!

Tesouro Direto

As opções do Tesouro Direto estão entre as modalidades de investimento mais seguras atualmente. Isso acontece porque eles são garantidos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), oferecido pelo Governo Federal, que é o emissor dos títulos. Por isso, investidores estão segurados em até R$ 250 mil caso haja qualquer imprevisto com suas carteiras por parte do próprio governo.

Apesar de esse tipo de investimento depender da variação da Selic para obter sua rentabilidade e muitas pessoas acreditarem que o momento não é o ideal para apostar nesse produto — pela queda da Selic para 4,5 — entenda que essa modalidade é a melhor para montar e manter sua reserva de emergência.

Devido à liquidez diária, o investidor pode deixar o seu dinheiro rendendo e tirar a qualquer momento, em casos de emergência, e ter uma rentabilidade justa para isso. O que não acontece com as opções de renda variável por causa da instabilidade dos investimentos desse perfil. Sugerimos o Tesouro Selic, Tesouro Prefixado e Tesouro IPCA como boas opções para renda fixa em Tesouro Direto.

CDB – Certificado de Depósito Bancário

O famoso Certificado de Depósito Bancário (CDB) é outra opção para os mais conservadores. É um título emitido pelos bancos, tão seguro (de baixo risco) quanto a poupança, porém um pouco mais rentável do que essa. Nesse investimento, você empresta dinheiro para uma instituição bancária e ela empresta aos seus clientes cobrando juros. Durante o período contratado, você recebe o seu dinheiro acrescido de uma taxa de juros acordada com o banco.

Letras de Crédito Imobiliário ou do Agronegócio

Outras modalidades de investimento seguro são as Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e as Letras de Crédito do Agronegócio (LCA). Funcionam de forma muito parecida com o CDB: são emitidos recursos pelos bancos que emprestam o seu dinheiro para empresas do mercado imobiliário e do agronegócio. São boas alternativas de investimento e ainda estimula o serviço nesses setores.

Investimento em imóveis

Para os investidores mais arrojados, também temos outra opção para investir com segurança, já que é uma das melhores e mais promissoras formas de investimento: apostar em empreendimentos imobiliários. Para essa modalidade, o investidor pode adquirir um imóvel para obter rentabilidade com o aluguel e também pode comprar o empreendimento para revendê-lo no futuro, obtendo lucratividade.

A compra de imóveis para venda é uma forma de investir pensando no longo prazo, chama-se especulação imobiliária. O investidor aposta em um edifício, terreno ou em um apartamento e, com a valorização futura do imóvel, ele obtém ganhos mais altos do que quando comprou o local. Essa é uma das melhores maneiras de obter rentabilidade com um tipo de investimento seguro.

O que você achou das alternativas que sugerimos neste artigo? Quais são as modalidades em que você está apostando neste momento da economia? Deixe o seu comentário abaixo!